quinta-feira, janeiro 15, 2009

Por falar no Mickey Rourke,

o actor acabou de ganhar o Grammy de melhor actor pela performance em The Wrestler (não vi), de Darren Aronofsky. Li opiniões muito positivas sobre o filme, o que temperou a minha pré-conceptualizada aversão pelo wrestling.

8 comentários:

Daniela Ramalho disse...

hum... pode tanto ser um caso como o fight club, como todos esses críticos podem ser fãs de wrestling. e eu não confio em fãs de wrestling. alguém que goste de tal coisa, é capaz de gostar de qualquer porcaria :p

Zenhas Mesquita disse...

Não é qualquer porcaria. Tive oportunidade de ver o filme e esta a um nivel mediano. Não esta de genio mas também não é mediocre. Um 12 ou 13 para o filme no global

henrique maio disse...

gostei do filme, gostei da cena final (pelo menos do significado dela), mesmo não gostando do tema, foi uma tarde bem passada! =)

A interpretação do Mickey Rourke é bastante boa, mas o "tom e cor" do filme é bastante "melhor"!

ja pensaram na daniela a fazer wrestling? x)

Daniela Ramalho disse...

porque é que eu haveria de fazer wrestling? vês-me com cara de loira burra gritante histérica? xD

Francisco disse...

E o silicone, Daniela?

henrique maio disse...

Q preconceito daniela x)

pq tem q ser loiras burras? =P
Cá pra mim a Daniela pratica wrestling, era ela ao pé do Taborda! (esse icone da historia portuguesa do wrestling)

Daniela Ramalho disse...

e o silicone... claro, nos lábios e nos seios, para ter uma sensualidade perto da plástica!

"Cá pra mim a Daniela pratica wrestling, era ela ao pé do Taborda!"... esse homem enoja-me até às profundidades do meu ser, nunca tal seria possível :O

Zenhas Mesquita disse...

Chega de caluniar o senhor Taborda. Pois fiquem sabendo que já faleceu e é um marco para os 60's em Portugal, na época em que Madalena Iglesias éra a Brigit Bardot Portuguesa, e Joaquim Costa o rei do rock.