sexta-feira, outubro 16, 2009

momentos bonitos dentro de um momento ainda mais bonito chamado "Chungking Express"





Chungking Express (ou Chung Hing sam Iam, no original) é um filme de Kar Wai Wong (de quem nunca tinha visto nada até à data) de 1994. Não me alongo muito sobre o filme porque o propósito deste apontamento não é esse, mas tão-só o de fixar estes pedaços extraodinários de luz e cor, e a que se juntam, para quem viu o filme, a melancolia e a vivência errática de pessoas insatisfeitas (cada uma à sua maneira, ou não o somos todos?) numa Hong Kong mundana que podia ser Nova Yorque, Lisboa, Rio de Janeiro ou Moscovo.
Uma vez mais, os meus parabéns pela escolha ao Cineclube da FEP, que o passou na passada terça-feira.

nota primeira: Havia uma fotografia, em especial, que queria deixar aqui, mas não a encontro. É quando a hospedeira de bordo está deitada na cama de olhos fechados descansando depois do êxtase e o "segundo" polícia (o "polícia 663") descreve círculos com o avião por cima da sua cabeça. Até que a certa altura o avião aterra languidamente sobre o ombro da mulher e a câmara se foca, na lateral, sobre o seu rosto. Não há palavras neste mundo que descrevam esse momento...

nota segunda: A banda sonora é, também ela, extraordinária.

5 comentários:

du disse...

Não quero desmoralizar nem menosprezar os restantes cineclubes, mas os últimos posts aqui foram precisamente sobre outros, e não sobre o cineclube fdup. Não há actividade por aí?

pedro leitão disse...

du, há espaço para todos ;)

du disse...

pedro, claro que é, nem era esse o propósito do meu comentário!
foi só uma achega porque parece-me que eles estão a abrandar o ritmo do cineclube fdup, e aquilo deu trabalho a montar, sobretudo ao joaquim.
(também só estou a avaliar pelo blog, já não estou fisicamente no porto - não os quero ofender de modo nenhum que até podem estar a trabalhar como cães)

du disse...

edit: claro que

Francisco disse...

Da minha parte, devo dizer que não, que não há nenhum abrandamento no ritmo do Cineclube FDUP. E a interacção com outros cineclubes da UP, quando exista como tem existido recentemente, só contribuirá, na minha opinião, para um ritmo mais dinâmico de todos e de cada um. É assim que vejo as coisas...

Um abraço