quarta-feira, agosto 08, 2007


Há coisas inacreditáveis.

Segunda-feira, dia 30 de Julho, morre Ingmar Bergman, em casa, na pequena ilha sueca de "Faro", onde havia vivido os seus últimos anos em isolamento. Tinha 89 anos.

Poucas horas mais tarde, no mesmo dia, morre Michelangelo Antonioni, na sua residência em Roma. Tinha 94 anos.


Antonioni começou a sua carreira integrado no movimento Neorealista italiano, contudo, cedo divergiu, criando o seu próprio estilo, centrado em temas filosóficos e existencialistas. Anti-moralista, filmava ao sabor dos seus instintos e com uma espontaneidade única:

"When I am shooting a film I never think of how I want to shoot something; I simply shoot it. My technique, which differs from film to film, is wholly instinctive and never based on prior considerations. (...) I am not a theoretician of the cinema. If you ask me what directing is, the first answer that comes into my head is: I don't know. The second: All my opinions on the subject are in my films."


Entre as largas dezenas de filmes que realizou, escreveu, produziu e editou, destacamos "L´Avventura" (1960), "La Notte" (1961), "L´Eclisse" (1962), "Il Deserto Rosso" (1964), "Blow-Up" (1966), "Zabriskie Point" (1970), "The Passenger" (1975), "Il mistero di Oberwald" (1981), e "Identificazione di una Donna" (1982).


O Cineclube presta, mais uma vez, a sua homenagem a dois dos maiores realizadores vivos, que num tão curto espaço de tempo nos deixaram. A sua memória e o legado incomparável das suas obras permanecerá, infinitamente, revisitado. Faremos por isso.

4 comentários:

Guilherme Silva disse...

Muito bem...são sempre boas as homenagens póstumas.
Apesar de apenas conhecer a obra de Bergman, decerto o mundo do cinema perdeu dois grandes vultos.

joaquim.guilherme disse...

Excelente texto, Maria João.
Acabei mesmo agora de ler um pequeno artigo, muito interessante, sobre o funeral do Bergman. Planeou meticulosamente toda a cerimónia antes de morrer: pessoas, local, caixão, carpinteiro do caixão, e até a música de fundo. Bach, pois haveria de ser, como no seu Sarabande de despediada da sétima arte.
Bergman e Antonioni deixam um legado tão intenso e genial que fazem acontecer a Vida sob outras formas.

xana disse...

vês mj!tens é de cumprir o teu dever e aparecer no blog mais vezes :) (e o sr. aquiles também). o texto está óptimo.gostei muito. lembro-me bem que comentei com o meu pai - é estranha a sensação que tenho, nestas alturas,é como se o mundo perdesse mais alguma coisa, como se os grandes homens (e mulheres), que vão perecendo, deixassem a esperança menos densa, mais fria. parabéns pelo texto *

日月神教-向左使 disse...

成人論壇,080聊天室,080苗栗人,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,情色論壇,性感影片,正妹,走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人電影,成人遊戲,成人文學,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,成人圖片區,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,正妹牆